Lipoaspiração

Lipoaspiração

A cirurgia de Lipoaspiração tem como função reduzir a gordura localizada sem promover alterações nas condições da pele dessas regiões, ou seja, onde a flacidez já existe, ela permanecerá. Após a cirurgia, a gordura que fica entre a pele e o músculo diminui de espessura e a pele acaba se aproximando do músculo.

Em muitos casos, a Lipoaspiração vem associada a outros procedimentos cirúrgicos, como Mamoplastia e Abdominoplastia. A possibilidade de realizar dois ou mais procedimentos depende da avaliação médica no dia da consulta e também dos exames pré-operatórios para avaliar a condição de saúde da paciente.

No caso da Lipoescultura, a gordura retirada durante a Lipoaspiração é preparada e pode ser injetada em diversas regiões do corpo. A área comumente escolhida é a dos glúteos, com o propósito de proporcionar aumento do volume. O termo técnico para essa injeção é Enxertia de gordura nos glúteos.

No tocante à recuperação, a dor infelizmente é maior do que em outros procedimentos. Embora fiquem aparentes apenas alguns “furinhos”, a extensão da área em que ocorre a lipoaspiração é a maior de todas. Por conta disso, a dor pós-operatória nesse procedimento é maior.

Durante o pós-operatório, é necessária a realização de drenagem linfática para potencializar os resultados obtidos com a cirurgia. O início das drenagens pode se dar já no primeiro dia após o procedimento, mantendo-se por 2 ou 3 vezes por semana até completar em torno de 10 sessões.