Dedicar-nos ao máximo na busca pelo conhecimento, com o objetivo de oferecer aos nossos pacientes o que há de melhor

Você sabia que a miniabdominoplastia também pode ajudar você?

É isso mesmo que você leu! Uma cirurgia de miniabdominoplastia pode ajudar você a adquirir uma barriga lisa após a gravidez ou uma perda moderada de peso.

 

Isso porque, essa técnica é indicada geralmente para pessoas magras ou que estão dentro do Índice de Massa Corporal (IMC), pois, a cirurgia remove a sobra de pele na parte inferior do abdômen; ou seja, ela é diferente de uma abdominoplastia tradicional.

 

Está pensando em se submeter a esse tipo de cirurgia? Então continue lendo este artigo. Nele, vamos apresentar uma visão geral sobre a miniabdominoplastia. Confira!

Vamos começar entendendo as diferenças entre abdominoplastia e miniabdominoplastia

A principal diferença entre a abdominoplastia e a miniabdominoplastia é que, com a abdominoplastia, conseguimos apertar todo o abdome, tanto na parte superior quanto na parte inferior do umbigo.

 

Com a miniabdominoplastia, trataremos apenas a área inferior, abaixo do umbigo.

 

A cicatriz resultante da cirurgia também é diferente: na abdominoplastia, a cicatriz é maior e na miniabdominoplastia as cicatrizes são semelhantes às da cesariana.

 

Observe também que, sendo as incisões feitas por um cirurgião plástico certificado, elas são estudadas para obter a melhor aparência estética.

Como sei se devo fazer uma abdominoplastia ou uma miniabdominoplastia?

As indicações de cada procedimento são diferentes, a abdominoplastia é realizada em pacientes com flacidez abdominal mais acentuada, quando o abdome apresenta flacidez grande e merece remover grande quantidade de excesso de pele.

 

Por outro lado, a miniabdominoplastia é indicada principalmente em pacientes magros com pouca flacidez e presença ou não de estrias na parte inferior do abdômen e que, ao esticar e remover uma pequena quantidade de pele, é alcançado um abdômen mais plano e suave.

Agora vamos entender os possíveis riscos da cirurgia

Claro que, como qualquer cirurgia, a miniabdominoplastia também pode apresentar complicações.

 

Mas lembre-se, como em qualquer outra cirurgia plástica, a miniabdominoplastia, deve ser realizada em um hospital que atenda às normas e resoluções da Sociedade Brasileira de cirurgia plástica e por cirurgiões plásticos qualificados.

 

Algumas das possíveis complicações de uma miniabdominoplastia são:

 

  • infecção;
  • sangramento;
  • anemia;
  • deiscência (pontos em aberto);
  • seroma;
  • assimetria;
  • necrose da pele;
  • trombose venosa profunda;
  • tromboembolismo pulmonar;
  • deformidade do umbigo;
  • cicatriz feia (queloide ou hipertrófica).

Recuperando da miniabdominoplastia

Após a cirurgia, você deverá evitar esforços e exercícios físicos durante 45 dias, além de usar roupas de compressão e cintas por 60 dias.

 

É comum, no pós-operatório, o paciente sentir, dores (que são controladas com medicamentos) e perceber alguns hematomas na região da cirurgia, “que sumirão dias depois.”

 

Outro ponto importante no pós-operatório, está no fato de o paciente fazer sessões de drenagem linfática, que ajudarão a aliviar as dores e a melhorar o inchaço.

 

O resultado da cirurgia, com a diminuição do inchaço na região, “pode” ser visto depois de 3 meses da cirurgia.

Recomendações

É importante ressaltar que novas gestações ou perdas e ganhos excessivos de peso, após a cirurgia, podem comprometer o resultado desse procedimento.

 

Por isso, manter uma dieta saudável e uma rotina de exercícios físicos é fundamental.

 

Além disso, como citamos acima, é importante escolher um profissional especializado em cirurgia plástica e que tenha experiência nesse tipo de cirurgia.

 

Quer saber mais sobre miniabdominoplastia? Então, entre em contato agora com a nossa clínica para marcar uma avaliação da sua cirurgia plástica! Estamos te esperando.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso Ajudar?