Dedicar-nos ao máximo na busca pelo conhecimento, com o objetivo de oferecer aos nossos pacientes o que há de melhor

Troca de prótese de mamas: 5 coisas que você deve saber

Um assunto bem importante ligado ao uso de próteses de mamas é a troca das próteses que deve ser feita após um período. Você sabia disso? Se não sabia, é bom saber mais, pois o acompanhamento contínuo é essencial para a saúde da mulher. No post de hoje, apresento algumas informações relevantes sobre a troca de prótese.

A prótese prazo de validade

Os fabricantes de boas próteses orientam a troca a cada 10 anos, mas tenho percebido que o  tempo de duração aumentou por causa da melhora da qualidade. Nos anos 80 elas duravam menos porque eram mais lisas e o silicone era mais líquido – atualmente elas são texturizadas, feitas com várias camadas de gel coeso. Hoje em dia uma prótese de boa qualidade e de alta tecnologia não dura para sempre, mas pode em alguns casos durar de 15 a 20 anos.

Por que precisa trocar

As próteses de silicone devem ser trocadas porque passam do prazo de validade, sofrem desgaste, o que aumenta a chance de se romperem ,ou até mesmo por estarem mal posicionadas. Com o tempo (passando do prazo de validade), os implantes podem apresentar pequenas rupturas, que se evoluírem causam dor e desconforto. Essas rupturas são detectáveis por exames como o ultrassom e a ressonância magnética.

Mudança de peso influencia podem influenciar na troca

Se alguém que tem implante de mamas emagrece ou engorda muito, a prótese pode sofrer com estas mudanças e em alguns casos até mudar de lugar e ficar desconfortável, o que leva à necessidade de troca. No caso de emagrecimento, a mama pode ficar mais flácida e ser necessário realizar um lifting (levantar as mamas)  junto com a colocação de uma nova prótese.

É necessário acompanhamento semestral ou anual
Todo mundo que possui próteses nos seios precisa fazer um acompanhamento frequente para garantir que está tudo perfeito. Esse controle pode ser semestral ou anual, de acordo com o que seu médico considerar adequado. Se você sente algum desconforto, procure ajuda médica o mais cedo possível, para evitar complicações.

Alguns exames de rotina são feitos, como ultrassom e mamografia, para verificar as próteses e também a saúde das mamas da paciente e então definir se é preciso ou não fazer a troca das próteses.

Cuidados quando fizer a substituição

Após trocar a prótese, é preciso ter alguns cuidados no perído pós-operatório. Algumas dicas são: não deitar sobre os seios e evitar elevar os braços por um mês. Claro, sempre deve-se descansar ao máximo para o corpo se recuperar rápido, evitar esforços desnecessários e evitar o sol para não ocasionar manchas na pele na região operada.

É importante que fique claro que nenhuma prótese de silicone tem duração eterna. Até o momento, todas as próteses de silicone devem ser trocadas num tempo variável entre 8 e 25 anos, por melhor que seja seu material. E a dica importante para quem tem e para quem não tem rótese de mamas – auto-exame e acompanhamento com o médico sempre! Cuida das suas mamas tão bem quanto cuida das suas próteses!

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso Ajudar?