Dedicar-nos ao máximo na busca pelo conhecimento, com o objetivo de oferecer aos nossos pacientes o que há de melhor

O que é a cirurgia de ginecomastia?

A cirurgia de ginecomastia ou redução de mamas masculina está se tornando cada vez mais popular entre os homens. A ginecomastia é a presença de mamas aumentadas no sexo masculino. Esta condição pode surgir devido a vários fatores, dentre eles o uso de determinados remédios, problemas hormonais e o sobrepeso.

Este é um procedimento bastante viável e tranquilo para reparar essa condição em pessoas do sexo masculino de todas as idades. Uma das recomendações é que a cirurgia seja realizada após a perda de peso do paciente, a fim de conquistar os melhores resultados. Vejamos as informações importantes para a cirurgia de ginecomastia.

Como é realizada a cirurgia de ginecomastia?

O procedimento exige pequenas incisões  na região mamária para a retirada das glândulas e também da gordura, que muitas vezes está presente em excesso nestes casos. Nos pacientes onde o excesso de pele é maior as incisões podem ser um pouco mais extensas, mas mesmo assim o resultado é bastante satisfatório.

Como são as cicatrizes da cirurgia de ginecomastia?

Geralmente, a técnica mais utilizada para a redução das mamas masculinas é a incisão em forma de U, realizada na borda inferior da aréola, resultando em uma cicatriz discreta, que se mistura com a pele. Entretanto, em casos de peles rígidas, a recomendação é utilizar a técnica de “âncora”, que resulta em contornos ideias, embora deixe uma cicatriz um pouco mais visível.

É muito importante proceder com os cuidados indicados após a cirurgia para que as cicatrizes não desenvolvam quelóides ou hipertrofia. Dessa maneira, o fechamento adequado da ferida poderá requerer técnicas de sutura profunda, a fim de minimizar tensões na pele e deixar as cicatrizes menos evidentes.

Para alcançar os resultados esperados é necessário realizar o procedimento com segurança e com um profissional de confiança. Procure por um cirurgião plástico certificado pela SBCP.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso Ajudar?