Dedicar-nos ao máximo na busca pelo conhecimento, com o objetivo de oferecer aos nossos pacientes o que há de melhor

Gluteoplastia e lipoenxertia glútea: qual a diferença?

Para quem tem interesse em melhorar a aparência dessa região, é importante conhecer os dois métodos existentes: os implantes de silicone e a lipoenxertia, quando o bumbum é aprimorado utilizando a própria gordura do paciente.

No primeiro caso, as próteses são de gel de silicone, semelhante às usadas nas cirurgias de aumento das mamas, porém com uma forma próprio e revestimento mais espesso, o que as torna muito seguras. Como é inserida na porção mais alta da nádega, não interfere no ato de sentar. A única restrição refere-se às injeções intramusculares. A colocação é feita por uma incisão de sete centímetros no sulco interglúteo, que é a linha divisória entre as duas nádegas.

Já na lipoenxertia / enxerto adiposo, as células adiposas são retiradas por lipoaspiração e aprimoradas para serem reutilizadas. Depois desta etapa, elas são introduzidas dentro do músculo do rabo, aumentando o volume e modelando a forma dos glúteos. Por se tratar da gordura do paciente, o procedimento é isento de rejeição.

A escolha por uma técnica ou outra é um consenso entre o cirurgião e o paciente. O médico especialista em cirurgia plástica faz uma avaliação criteriosa e individual de cada caso antes de indicar o método mais indicado.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso Ajudar?