Dedicar-nos ao máximo na busca pelo conhecimento, com o objetivo de oferecer aos nossos pacientes o que há de melhor

É possível rejuvenescer a região dos olhos

A blefaroplastia é um procedimento cirúrgico que muda o aspecto das pálpebras superiores e inferiores, eliminando bolsas de gorduras, rugas e flacidez, além de rejuvenescer a região dos olhos.

No geral, por ser de baixa complexidade e garantir uma aparência mais jovem e harmoniosa. Essa cirurgia é bastante procurada por pessoas a partir dos 30 anos de idade para renovar o visual, transformando o seu olhar.

Indicação
A principal finalidade da cirurgia das pálpebras é a remoção de pele em excesso e das bolsas de gordura localizadas ao redor dos olhos, que ficam mais aparentes conforme a idade avança e a pessoa passa por mudanças significativas de peso.

A maior parte das pessoas que busca esse procedimento quer mudar a sua aparência e ter olhos com aspecto mais jovial. Entretanto, a blefaroplastia também é indicada quando o excesso de pele chega a prejudicar o campo de visão, formando uma espécie de cortina nos olhos.

Contudo, é muito importante procurar por um médico especialista para uma avaliação presencial, para certificar da real necessidade da cirurgia.

Como funciona a cirurgia para rejuvenescer a região dos olhos?
Sobretudo, a cirurgia das pálpebras exige uma anestesia local, aquela cuja duração é menor e abrange apenas uma região delimitada. Esse procedimento é relativamente simples e não demanda longas internações. Uma vez que pode ser feito de manhã, e a liberação ocorrer na parte da tarde, após terminar o efeito do sedativo.

No geral, com a duração de, em média, 40 a 90 minutos, o procedimento nas pálpebras inicia-se com a demarcação da área que passará pela intervenção. E, em seguida, a remoção da pele em excesso. Depois disso, o profissional realiza uma cauterização local e realiza os pontos no exterior.

Tipos de blefaroplastia
Comumente, é preciso destacar que o paciente pode optar, depois da avaliação de um cirurgião plástico, por fazer:

A blefaroplastia superior;
Inferior ou;
Combinar as duas para ter o melhor resultado.
Mas, somente o cirurgião plástico pode considerar o que será melhor paciente, mediante cada caso.

Vejam abaixo as características de cada tipo de cirurgia:

Blefaroplastia superior: é feita no sulco óculo palpebral e tem como objetivo remover a pele e a gordura excedentes e, em alguns casos, um pouco do tecido muscular. Estes tecidos deixam o olhar com aspecto de inchaço e o rosto com a aparência cansada.

Blefaroplastia inferior: tem como finalidade tratar de problemas como lagoftalmo, entrópio e ectrópio senil e excesso de bolsa de gordura, mesmo em pacientes mais jovens.

Cicatriz
A cirurgia para rejuvenescer a região dos olhos apresenta um perfil de cicatrização muito favorável. Contudo, as cicatrizes tendem a se tornar imperceptíveis após alguns meses. Sendo que, no geral, a recuperação da blefaroplastia inferior é mais rápida do que a superior.

Cuidados após a cirurgia
Contudo, os cuidados do pós-operatório da blefaroplastia inferior são os mesmos da superior. Sobretudo, é preciso manter repouso por dois dias, mantendo a cabeça sempre elevada por sete dias. Além de evitar esforços físicos por aproximadamente três semanas.

A proteção em relação aos raios solares, através de chapéus e óculos, deve ser especialmente frequente durante as primeiras duas semanas.

O inchaço é normal após a cirurgia e manchas roxas, chamadas equimoses, também podem aparecer ao redor dos olhos. Entretanto, os pontos podem ser removidos após três ou cinco dias. E no geral, o resultado final só deve ser analisado dois meses após o procedimento.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso Ajudar?